Como reconhecer se uma terapia está realmente auxiliando meu filho?

Publicado em 16 de novembro de 2017

Uma regra que simplifica bastante as coisas é: “Sempre que for tentar alguma coisa nova, tente-a sabendo claramente o porquê”. Isto é, se você souber qual a proposta da terapia e quais os benefícios esperados, você
terá como avaliar a eficiência desta terapia.

Por exemplo, tomemos a comunicação como base de raciocínio. Se alguém lhe disser que com determinado tratamento a comunicação de seu filho vai melhorar, é importante perguntar a esta pessoa o que el entende por comunicação, de que maneira isto vai melhorar em seu filho e, por último, em que consiste o tratamento.

 

REFERÊNCIAS: MELLO, A. M. S. R. de. Autismo: guia prático. 8. ed. São Paulo: AMA; Brasília: CORDE, 2007.

^